Buscar
  • Comunicação CDL Itaúna

Fashion delivery é opção para o varejo da moda driblar a pandemia

A estratégia de venda tem mantido vivas muitas lojas de roupas, acessórios e sapatos; a vantagem é estreitar laços com o cliente, conhecendo melhor o seu perfil de consumo



Momentos difíceis como o atual – no qual o varejo está lidando com lockdown ou medidas restritivas de funcionamento, devido ao agravamento da pandemia de COVID-19 – coloca à prova a capacidade do empreendedor de improvisar e inovar. E para isso, nem sempre é preciso implementar uma solução inédita, muitas vezes, a saída é bem mais simples do que se imagina e, até mesmo, é uma velha conhecida do mercado.


É o caso do fashion delivery, por meio do qual o lojista de moda faz seus produtos chegarem até o seu consumidor. Em outras palavras, é boa e velha mala ou sacola com peças consignadas. Esta é uma ótima opção para o negócio estreitar os laços com os seus clientes e não ficar parado, sem falar que ainda contribui para a redução da circulação de pessoas nas cidades, algo fundamental neste período mais crítico da crise sanitária.


Você já deve estar preocupado com a gestão dos artigos enviados à clientela e até com medo de calote. Tenha calma! Hoje em dia, já há ferramentas e softwares específicos que fazem do fashion delivery uma das mais eficientes e seguras formas de vender no varejo de moda, tanto para lojas físicas quanto para e-commerce. Mas primeiro, vamos entender melhor o seu funcionamento e suas vantagens e ainda conhecer histórias de quem apostou nesta estratégia.


Segurando as pontas com o fashion delivery


No conforto de casa, o cliente recebe uma malinha recheada com roupas, acessórios e calçados. E tem até dois dias para fazer as escolhas. O que não foi parar no guarda-roupa, é devolvido sem custo e entregue ao motoboy, que leva as peças de volta para a loja.


Para a designer de moda Laila Alves Ribeiro Campos, proprietária da Laila Brand Shop, em Belo Horizonte (MG), o segredo para continuar vendendo em tempos de incertezas está no atendimento personalizado e no cuidado com a cliente – uma das medidas é a esterilização das embalagens antes da peça ser enviada às clientes. “As vendas continuam bombando porque a gente tem esse diferencial. Disponibilizamos um motoboy para levar a roupa para a cliente experimentar em casa e sem compromisso. Se ela não gostar, buscamos no dia seguinte”, conta.


O ‘delivery de roupas também tem ganhado adeptos e ajudado a salvar o faturamento de lojas físicas fechadas temporariamente no Paraná. Com a pandemia do novo coronavírus, a saída da Laviee Concept, de Maringá (PR), foi automatizar o serviço de delivery de sacola em condicional. Foi o primeiro empreendimento a contratar a solução Fashion Delivery desenvolvida pela empresa maringaense Shopse. Por meio de aplicativo ou site, as clientes podem escolher peças, entre as cerca de 3.000 cadastradas, e receber tudo em casa para experimentar sem compromisso.


A empresa de moda paranaense disponibilizou a ferramenta para as clientes um mês após o início do isolamento social, no ano passado. “Levar roupas para experimentar em casa já era uma tendência observada na loja. Já havia surgido a ideia de adotar aplicativo para isso, mas deixamos de lado. Com a pandemia, discutimos em equipe e decidimos implantar. Foi bastante trabalho. Eu fotografava e as funcionárias cadastravam de casa”, conta a empresária Gisely Gravena, dona da loja junto com marido Rodrigo Gravena.


Aplicada para oferecer conforto e segurança na compra de roupas e acessórios, segundo Gisely a ferramenta vem chamando a atenção de novas consumidoras. “Meu faturamento caiu em torno de 30%, o que considero pouco diante do caos que estamos vivendo. Isso graças às soluções que implementamos. Estamos animados com a procura pelo aplicativo. Tem atraído clientes novas.”


Gisely tem utilizado as transmissões ao vivo para promover as vendas. Realizou recentemente um outlet online e entrou no ritmo das lives nas redes socais. “As clientes salvaram os horários das diferentes lives que programamos e entraram para ver somente os produtos específicos para seu manequim, sendo divididas em P, M e G. Deu certo. Vendemos mais de 400 peças em três dias nessa ação. Não abro mais mão do online”, ressalta a empresária.


Vantagens

Segundo a Simbio.Bag, sistema online de fashion delivery, quando o consumidor leva a peça até o provador, a probabilidade de a venda ser concretizada é de 87%. Em casa, com uma maleta de roupas personalizadas, com produtos selecionados de acordo com tamanhos, cores e outras preferências informadas previamente, as chances de compra tendem a aumentar ainda mais. Ainda de acordo com a plataforma, o fashion delivery é a solução ideal para movimentar os varejos de moda, com baixo custo e mais facilidade para operar no e-commerce. Conheça todas as vantagens da estratégia de vendas:


Para o lojista

  • Baixo custo operacional;

  • Alta taxa de conversão em vendas;

  • Relacionamento personalizado com o cliente;

  • Estoque circulando fora da loja;

  • Leva a experiência da loja até a casa do cliente;

  • Se torna mais presente na vida dos seus clientes;

  • Se diferencia e faz o seu estoque girar;

  • As promoções e novidades chegam até os clientes;

  • Capta novos clientes através das redes sociais, sem necessidade de um e-commerce.

Para o cliente

  • Receber os produtos em casa, sem precisar se deslocar até a loja;

  • Poder ver, tocar e vestir as peças antes de comprar;

  • Escolher o melhor momento para experimentar as peças;

  • Combinar com itens que já possui;

  • Pedir a opinião das pessoas com quem convive;

  • Curadoria de peças;

  • Tranquilidade para tomar a decisão de compra;

  • Paga diretamente pelo celular assim que decidir comprar;

  • Pode deixar a maleta de roupas na portaria do prédio para recolhimento.

Ferramentas de gestão


Atualmente já existem ferramentas que possibilitam realizar a operação do fashion delivery com controle e segurança. O Simbio.Bag e o Shopse são dois exemplos. Os sistemas permitem o empreendedor realizar toda a operação de montagem, entrega, devolução e controle das maletas de roupas.


Após inserir os produtos no sistema, o lojista monta as bags com os itens que desejar, podendo basear-se no cadastro de estilo dos clientes, também incluído na plataforma. No caso do Simbio, após montar a bag, é possível solicitar uma pré-autorização do valor dos produtos no cartão de crédito do cliente. Esta reserva só será utilizada se ocorrer dano ou extravio a um ou mais produtos.


Depois disso, a bag é enviada ao cliente, que escolhe o melhor momento para ver e experimentar as peças. Com os itens escolhidos, a compra é efetuada pelo próprio cliente, em casa, através do link enviado pelo lojista. Depois, é só combinar o momento de recolher a bag na casa do cliente, fazer a conferência dos produtos devolvidos e concluir a operação.


Todas estas etapas são atualizadas e monitoradas pelos sistemas, de modo que o lojista saberá onde está cada uma das suas maletas e cada um dos seus produtos. Além disso, é possível escolher por quanto tempo a maleta ficará com o cliente e se haverá ou não cobrança de frete.


Dicas para a sua operação de Fashion Delivery

Claro que apostar na venda por condicional, malinha ou delivery precisa que alguns pontos sejam levados em consideração para que você consiga fazer tudo de maneira segura, sem ter prejuízos. Confira pontos que não podem faltar, caso queira apostar neste modelo de negócios:

  • Definir prazos: é preciso que você defina os prazos e deixe-os bem claros para sua cliente. Por exemplo, você não vai levar suas peças para uma cliente e deixá-las por 10 dias, certo? Afinal, outras pessoas também irão querer olhar e você não pode perder vendas. Sendo assim, dê a sua cliente um prazo de até 48hs para que ela experimente e decida o que irá comprar.

  • Embalagem: a embalagem dos produtos influencia a percepção de suas clientes, podendo causar uma boa ou má impressão. Então, procure passar credibilidade, entregando à sua cliente uma malinha ou sacolas personalizadas com a logo da sua loja. Atualmente já existem inclusive sacolas que se transformam em araras e você consegue transportar a roupa para a sua cliente no cabide de forma muito mais organizada!

  • Lista: para facilitar o seu controle e também para a sua cliente, envie junto de seus produtos uma lista com tudo que está sendo entregue, contendo informações como tamanhos, cores e preços. Desta forma você tem controle sobre cada peça e facilita para que sua cliente consulte valores para definir o que irá comprar, sem precisar ficar perguntando para você. Sempre lembrando da importância de conferir a quantidade de peças que você envia e a quantidade que retornam, para garantir que nada ficará para trás.

  • Segurança: não envie suas roupas logo de cara para qualquer pessoa. Uma boa dica é enviar sua malinha apenas para clientes fidelizados ou pessoas conhecidas ou com indicações seguras.

  • Cadastro: tenha o cadastro completo de suas clientes, com endereço, nome completo, CPF, RG etc. Você precisa manter a sua segurança. No formulário, também deve constar perguntas sobre o estilo da pessoa e os produtos de interesse, isto irá te ajudar a atender melhor o perfil de cada cliente e aumentar a conversão.

  • Taxas: uma opção é enviar os produtos mediante o pagamento de uma taxa de valor “X”, que será reembolsada após você receber novamente as peças. É possível fazer esta cobrança através do cartão de crédito, e posteriormente estorná-la. Novamente, esta é uma medida de segurança.

  • Compra continuada: quando a cliente vai até a loja física, é possível oferecer as bags com sugestões de looks para experimentar em casa, continuando a compra e aumentando as possibilidades de venda.

Como divulgar

  • Divulgue looks e as bags em diferentes redes sociais (Instagram, Facebook, Pinterest e outras);

  • Estimule os seus seguidores nas redes sociais a opinar sobre as peças nas bags ou sobre os looks montados;

  • Divulgue seus produtos e serviços também por WhatsApp, Messenger e E-mail;

  • O e-mail marketing também é uma ferramenta indispensável.

Com informações do Sebrae, Portal Fashion Delivery, Venda Moda Online e o Estado de Minas.


FONTE: Varejo SA

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo