Buscar
  • Comunicação CDL Itaúna

Negócio em família: as estratégias para o sucesso

Segundo dados do IBGE, negócios de família representam 90% dos empreendimentos brasileiros e geram 65% do PIB



Em um negócio, contar com o apoio e suporte dos nossos familiares nos ajuda a enfrentar as adversidades e seguir em busca dos nossos objetivos. Mas eles também podem atuar conosco dentro do negócio!


De acordo com dados do do Sebrae e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), empresas familiares representam 90% dos empreendimentos do Brasil. Muitos se perguntam: é uma boa ideia misturar família e negócios? A resposta é sim! Mas, é claro, precisa ter muito cuidado.


A experiência dos irmãos Marcos e Maurício Kalvelage mostra que é possível, sim, ter sucesso com a mistura família e negócios. “É importante sempre buscar alguém com interesses e objetivos em comum, além de uma pessoa de confiança e responsabilidade”, afirma Marcos Kalvelage, um dos fundadores da marca de bebidas Kalvelage.


Entre 2007 e 2008, Marcos e o irmão Maurício decidiram estudar sobre o universo das bebidas e acabaram se interessando pelo setor. O interesse fez com que os irmãos comprassem destiladores e fermentadores para produzir as bebidas em casa. “Nosso objetivo era abrir uma destilaria depois de nos aposentarmos”, diz Marcos.


Por conta do conhecimento adquirido através dos estudos e experiências, a ideia de ter a própria destilaria foi antecipada, e, junto com um terceiro sócio, o engenheiro Francisco Marin, surgiu a Kalvelage. Em 2013, a primeira Vodka Kalvelage chegou ao mercado com o objetivo de ser uma bebida nacional que segue os padrões das vodkas mundialmente renomadas. Hoje a marca conta com 17 medalhas internacionais.


“Abrir um negócio com o meu irmão foi ótimo, pois já tínhamos esse interesse em comum pelo universo de bebidas. E tem essa questão da confiança, de saber quem é a pessoa que está do nosso lado. Claro que algumas vezes temos opiniões contrárias, mas sabemos como lidar com isso pois crescemos juntos”, explica o empresário.


Se para algumas empresas a palavra principal é propósito, o mantra da família Kalvelage é felicidade. Os irmãos Kalvelage afirmam que acima de qualquer lucro, problema ou estratégia, a felicidade deve surgir como principal linha de resultado.


Para quem está pensando em abrir o próprio negócio em família, Marcos lista algumas dicas importantes, confira:


- Separar o pessoal do profissional


Quando se fala em sociedade entre parentes, muitos já imaginam que por conta da intimidade a relação é a melhor possível, mas é importante separar as questões familiares e pessoais das questões profissionais para evitar discussões, desgaste na relação e até mesmo prejuízos financeiros.


- Encontrar interesses em comum


Para ser bem sucedido e trabalhar com prazer, é fundamental buscar empreender em uma área que ambos tenham interesse, pois se alguém acaba embarcando no negócio apenas por empolgação, com o tempo pode acabar desistindo da sociedade para fundar outro negócio.


- Trocar ideias


Nada de tomar decisões sem consultar o sócio. Embora seja alguém da família, é importante sempre compartilhar ideias, e antes de tomar qualquer decisão, é imprescindível conversar para evitar atritos.


- Separar as hierarquias familiares


Desde pequeno, crescemos ouvindo que os irmãos mais velhos precisam ser mais responsáveis e os mais novos precisam obedecer ao que eles dizem. Mas isso não se aplica aos negócios, ou seja, antes de abrir a sociedade, é preciso chegar a um acordo e separar detalhadamente as responsabilidades de cada um.


- Respeitar as diferenças


Sabemos que cada irmão tem suas particularidades e preferências, e com a conivência no dia a dia isso fica ainda mais evidente. Portanto, é importante tirar proveito das diferenças e dos talentos individuais para conseguir novas ideias, fazer o negócio prosperar e dar certo.


FONTE: Varejo SA

5 visualizações0 comentário
Acompanhe nossas Redes Sociais:
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube