top of page

NRF 2023: Novas estratégias para novos tempos no varejo



Pensar e executar a estratégia omnichannel, ter um profundo conhecimento sobre os consumidores (oferecendo experiências personalizadas), colocar a loja física no centro das estratégias e a equipe de vendas como embaixadores da marca. Esses foram alguns aprendizados entre muitos para esse Brave New World, expressão muito usada no primeiro dia oficial (15/1) da NRF Retail´s Big Show 2023, para designar a integração entre digital e mundo físico. Com 35 mil participantes de 75 países, trata-se do maior congresso do varejo mundial e vai até hoje em Nova York, nos Estados Unidos.


Confira aqui alguns aprendizados desse primeiro dia de evento:


Pensar e executar a estratégia omnichannel

Varejo sem costuras, sem atritos. A Lego, por exemplo, combina experiências físicas e digitais para fazer entretenimento no varejo. Podemos citar ainda a Saks OFF 5TH, que desenvolveu o modelo operacional e a estratégia de negócios com foco na experiência digital.


A loja física no centro das estratégias de varejo (brand equity strategy)

Apesar do aumento na digitalização de processos, as lojas físicas ganharam importância no contexto da pandemia, pois as pessoas sentiam falta da experiência de compra em loja. Para a Alpargatas, a loja física faz parte da estratégia, que deve estar digitalmente integrada e oferecer mais relevância para a experiência de consumo, com conexão emocional.


Estruturação do modelo de negócios

É mais do que estruturar as lojas em si, passando por fundamentos de estratégia, processos, cultura, dados, KPIs e capacitação de equipes. A Macy´s, por exemplo, investiu na capacitação de seus colaboradores e em propósito social e obteve resultados positivos. “Temos muitos empreendedores com ideias fantásticas, que precisam de apoio”, destacou Jeff Gennette, CEO da empresa.


Sales staff – equipe de vendas como embaixadores da marca

Investir na equipe de linha de frente, trabalhando os pilares do atendimento ao cliente para gerar experiência de compra mais envolvente. O assunto também foi bem explorado no debate com Alpargatas, que buscou transformar o time de vendas em verdadeiros embaixadores da marca, investindo muito em treinamento, como explicou o CEO Roberto Funari. Ou ainda, como bem trouxe John Furner, presidente do conselho da NRF e CEO da Walmart nos Estados Unidos, “O varejo é impulsionado por gente: de uma ponta a outra esse ambiente continuará sendo dinâmico. E nós continuaremos servindo bem ao longo das mudanças”, ressaltou Furner.


Conhecer o cliente em profundidade

Ter deep insights sobre os consumidores. A Luxóttica, como explicou seu presidente, Giorgio Pradi, começou no varejo, acessando mais dados do consumidor, procurando saber o que ele precisa e criando sua persona, perfil do consumidor em detalhes e que ajuda a atendê-lo melhor, estratégia que fortaleceu as lojas.


FONTE: VAREJO S.A

14 visualizações0 comentário
bottom of page