Buscar
  • Comunicação CDL Itaúna

Páscoa já gera mais de 10 mil vagas de emprego

Com a Páscoa aumentam as vagas de empregos em diversos setores. Empresas estão adaptadas para enfrentar a pandemia.



A United HR está otimista com os resultados de 2021 e aponta que as contratações tiveram início a partir de agosto de 2020 para a Páscoa de 2021. No ano passado, a data ficou próxima do início da implementação das medidas de quarentena e de distanciamento social no Brasil, após o surgimento dos primeiros casos da doença no país, o que teve um impacto considerável nas vendas.


A COVID-19 começou quando o varejo já estava abastecido com os produtos de Páscoa, o que impactou fortemente a data. Este ano a indústria de chocolates está otimista quanto ao seu desempenho, e tem perspectiva de crescimento dos produtos de Páscoa devido à chegada das vacinas e reabertura do comércio varejista.


Para atender o consumidor no período da Páscoa deste ano, a indústria de chocolates prevê 12.000 contratações diretas e indiretas de colaboradores que atuarão no setor industrial, embalagens, logística, atacadista, varejista, shopping centers e e-commerce. Um aumento de 5% segundo United HR (Consultoria internacional de executive search e outplacement).


Márcio Miranda, CEO Latam da United HR, afirma que as contratações para suprir a demanda começaram a ser realizadas a partir de setembro de 2020 para planejar a Páscoa de 2021. As empresas planejam todo o portfólio para realizar as contratações e definir todos os detalhes, como, por exemplo, tendências, embalagens e logística.


Acredita-se que a principal estratégia das empresas será continuar a desenvolver a diversificação dos canais comerciais e marketing. Ano passado, o e-commerce e o varejo foram grandes aliados das indústrias. A tendência das vendas de produtos pelas plataformas digitais irão crescer mais ainda. Parte deste crescimento vem da confiabilidade do consumidor em compras pela internet , afirma Alisson Soncine que é Managing Director da United HR.


As empresas tiveram que se adaptar ano passado com a pandemia, tudo já está planejado para 2021. Todas as companhias trabalham adaptadas à nova realidade. A produção industrial adequou-se para garantir a produtividade e a saúde de seus colaboradores e consumidores e seguem todos os protocolos de segurança recomendados por órgãos públicos , conta Márcia Pillat, CEO North America da United HR.


As companhias de vários países acompanham os processos de restrição em cada região do Brasil e do mundo para ajustarem o planejamento de acordo com o cenário, atendendo, assim, a demanda do mercado de maneira segura e responsável, afirmam os especialistas da pesquisa da United HR.


FONTE: Varejo SA

7 visualizações0 comentário
Acompanhe nossas Redes Sociais:
  • Facebook
  • Instagram
  • YouTube