Buscar
  • Comunicação CDL Itaúna

Para ter sucesso, não basta a ideia de negócio e o capital para investir

Na segunda matéria da série “Dicas para ser uma empreendedora e uma líder de sucesso”, Gabrielle Vieira compartilha seu conhecimento e vivência como empreendedora e mentora de negócios



Propósito bem definido, equipe alinhada com os valores do negócio e autoconfiança são alguns dos segredos para uma empreendedora ter sucesso. É o que aponta Gabrielle Vieira, diretora de inovação da Feluma Ventures, fonte da segunda matéria da série Dicas para ser uma empreendedora e uma líder de sucesso. A série faz parte da campanha Mulheres que Constroem o Varejo, iniciativa da CNDL – Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas em homenagem às mulheres brasileiras.


Ao longo desta semana, os leitores da Varejo S.A. acompanham os ensinamentos de mulheres que lideram empresas lucrativas e com reconhecimento de mercado. A equipe da revista eletrônica conversou com cinco empresárias de sucesso. Cada entrevistada deu cinco dicas para ser uma líder e uma empreendedora bem-sucedida.


Gabrielle Vieira é administradora de empresas e especialista em finanças e investimento. Atualmente, é investidora anjo e gerente de inovação da Feluma Ventures. Como gerente de portfólio em programas de aceleração e de inovação aberta, já desenvolveu mais de 100 startups. Também é mentora e palestrante sobre os temas inovação, empreendedorismo e investimento.


Gabrielle Vieira

Diretora de inovação da Feluma Ventures


A grande reflexão que faço nesses 15 anos de experiência em desenvolvimento de negócios é que não basta apenas ter uma ideia de negócio e capital para investir. O sucesso de uma pequena empresa ou startup depende muito do perfil do empresário. O empreendedor nato tem um conjunto de características indispensáveis: é perseverante, autorresponsável, tem visão de longo prazo, coragem para aceitar riscos e um desejo de ser protagonista.


Minha jornada profissional iniciou muito cedo, aos 16 anos. Iniciei trabalhando como funcionária no comércio, depois prestei serviços administrativos e contábeis e, aos 22 anos, comecei a empreender. Fui convidada a ser sócia de uma transportadora de cargas a granel, um nicho de mercado totalmente novo para mim. Nessa época, eu já estava na faculdade de Administração e o que eu aprendia colocava em prática na empresa. Resultado: ao longo de 5 anos, foram 6 caminhões e 2 máquinas carregadeiras compradas e quitadas; expansão para o setor de mineração com exploração de argila para setor de construção civil, sede da empresa própria, carteira de clientes e uma marca forte no mercado.


Claro que, nesse período, houve muitos desafios e superações! Aprendi errando, e hoje vejo que faria muitas coisas diferentes, mas algo que eu realmente me orgulho dessa época é o aprendizado. Eu entendia tudo sobre o negócio: mercado, concorrentes, custos, manutenção de veículos, legislação, enfim, aprendi até a dirigir um caminhão!


Ao me desligar da sociedade, decidi trabalhar com inovação e desenvolvimento de outras empresas. Estava claro para mim que eu deveria ajudar outras pessoas a terem resultados, a partir do conhecimento que adquiri com minhas experiências.


Porém, mesmo trabalhando como funcionária CLT dessa vez, minha mentalidade empreendedora me acompanhou e por cada organização que eu passava, me sentia sócia do negócio. Eu sempre tive facilidade de ver o todo, as necessidades da empresa e nunca me limitava às minhas funções, pois sempre queria fazer algo mais, entregar valor, aprender sobre outras áreas. Foi assim que acumulei a bagagem profissional que tenho hoje, entendendo sobre contábil, finanças, investimentos, desenvolvimento de produtos, processos, marketing, comercial e um pouco de jurídico. Todos estes são conhecimentos essenciais para empresas.


Atualmente, sou gerente de inovação na Feluma Ventures, onde sou responsável pela avaliação, análise e desenvolvimento das startups do portfólio. Também sou empreendedora e tenho um e-commerce.


Vejo muitas pessoas se arriscando e deixando seus empregos formais para empreenderem. Acho realmente uma evolução e acredito que assim que se desenvolve um país, através da geração de valor e livre comércio com troca justa, entregando um produto ou serviço de qualidade e recebendo uma remuneração justa para isso.


Porém, na prática, vejo que empreender é desafiador para um grande número de pessoas, e isso se dá tanto por falta de conhecimento quanto por pular etapas no processo. Pensando nisso, compartilho 5 aprendizados fundamentais para ser uma empreendedora e líder de sucesso:


1. Tenha um propósito claro

O ponto de partida de todo prestígio, sucesso e riqueza está na definição de um propósito. Enquanto você não tiver um propósito claro e específico para sua vida, irá dissipar energia e dispersar pensamentos sobre os diversos assuntos em variadas direções, o que em nada contribuirá para a conquista do sucesso, mas ao contrário, o levará a indecisão, insegurança e consequentemente ao fracasso. Em resumo: saiba o que você quer e o porquê você quer! Isso vai direcionar seu foco e energia para se dedicar a isso todos os dias!


2. Conheça sobre o seu negócio

Conhecer bem a sua empresa e o seu mercado é essencial, ainda mais quando o assunto é como se tornar um empresário de sucesso. E quando falamos em empresário de sucesso, logo vem à mente das pessoas alguém com um produto ou serviço inovador. No entanto, para ser um empreendedor bem-sucedido também é preciso focar em diversos outros aspectos do negócio e da rotina de trabalho. Por isso: estude tudo sobre seu nicho de mercado, conheça seus concorrentes, saiba quais são seus pontos fortes e fracos, se diferencie, conheça seus clientes e entenda sobre economia, finanças e investimentos. Isso tudo toma tempo? Sim, mas se você ler ou ver um vídeo por dia, estará pelo menos 1% melhor preparada todos os dias.


3. Escolha bem seu time

Napoleon Hill ressalta em seus livros que “você pode sonhar, criar, desenhar e imaginar o lugar mais maravilhoso do mundo, mas é preciso pessoas para transformar seu sonho em realidade”. Por isso, ao montar o seu time, busque por pessoas que tenham valores semelhantes aos seus, que acreditem no produto ou serviço que esteja trabalhando. Além disso, priorize profissionais que possuem o que lhe falta para que consiga atingir o seu propósito.


4. Padronize e automatize seus processos

A automatização de processos é um modo de incentivar o crescimento sustentável da empresa, pois auxilia na redução de erros e gera melhorias na produtividade da equipe. Ficar apegado a processos operacionais que tomam tempo e que poderiam facilmente ser delegados te roubam a oportunidade de pensar em crescimento e em novas possibilidades para o seu negócio. Tenha em mente que a hora mais cara da sua empresa é a sua e que deve ser utilizada em ações estratégicas que farão a empresa prosperar!


5. Acredite no seu potencial

A pessoa que deseja poder, prestígio e sucesso precisa acreditar em si e em seu propósito. Ela deve ter muito claro o que busca e não ter dúvida de que pode alcançá-lo. Ela deve ignorar a palavra “impossível” e não se importar com as derrotas temporárias, pois deve ter consciência de que está caminhando para o sucesso e que os tropeços fazem parte do caminho. Se um plano falhar, ela deve substitui-lo por outro e seguir adiante, sendo autorresponsável, confiando em si mesma e na sua capacidade de realizar seus sonhos. Acredite, há pessoas com muito menos conhecimento e capacidade que você que estão tendo sucesso simplesmente porque acreditam nelas mesmas e são persistentes em seus objetivos. Acredite no seu potencial!


FONTE: Varejo SA

6 visualizações0 comentário